terça-feira, 12 de fevereiro de 2008

Quem foi Lázaro?


Aos meus manos de caminhada,
graça, paz e amor,
para vocês que assim como eu seguem no esforço diário de boa vontade e paz para com o próximo.
A respeito da mensagem enviada ao grupo neste dia 11/02/2008 com o título JESUS O AMAVA, MAS ELE MORREU , recebi uma pergunta inesperada [ considerando os dogmas do passado ] , porém nada mais do que lógica para uma pessoa normal.

- Gilmar, quem foi Lázaro?


Muito já ouvi sobre Lázaro, desde devaneios teológicos contemporâneos até fórmulas para evitar a doença, a falência, o desastre, e tudo o mais em que se puder encaixar a reversão da decadência.

Mas e daí, quem foi Lázaro? Vamos a pesquisa, onde usarei textos da recente tradução do Evangelho King James, para lhe ajudar com esse sentimento ridículo de que você já sabe tudo e não precisa ler a passagem bíblica.

O primeiro Lázaro é o personagem mendigo, da parábola de Jesus:

Havia um certo homem rico que se vestia de púrpura e de linho finíssimo e que despendia todos os dias de sua vida de forma regalada.
E havia também um outro homem, chamado Lázaro, que coberto de chagas, vivia a esmolar, e fora abandonado no portão do homem rico.
Lázaro ansiava por alimentar-se ao menos das migalhas que porventura viessem a cair da mesa do rico. Até os cães vinham lamber suas feridas.
E assim, chegou o dia em que o mendigo morreu e os anjos o levaram para junto de Abraão. Entretanto, o homem rico também morreu e foi sepultado.
Mas no Hades, onde estava em tormentos, ele olhou para cima e observou Abraão ao longe, com Lázaro ao seu lado. Então, gritou: 'Pai Abraão! Tem compaixão de mim e manda a Lázaro que molhe em água a ponta do dedo e me refresque a língua, porquanto estou sofrendo muito em meio a estas chamas!'
No entanto, Abraão lhe replicou: 'Filho, recorda-te de que recebeste todos os teus bens durante a tua vida, e Lázaro foi afligido por muitos males. Agora, entretanto, aqui ele está sendo consolado, enquanto tu estás padecendo.
E, além do mais, foi colocado um grande abismo entre nós e vós, de maneira que os que desejem passar daqui para vós outros não consigam, tampouco passem de lá para o nosso lado'.
Diante disso, suplicou: 'Pai, então eu te imploro que mandes Lázaro à casa de meu pai,pois tenho cinco irmãos. Permite que ele os avise, a fim de que eles também não venham para este terrível lugar de sofrimento'.
Contudo, Abraão lhe afirmou: 'Eles têm Moisés e os Profetas; que os ouçam!'.
Mas ele insistiu: 'Não, pai Abraão! Se alguém dentre os mortos for ter com eles, certamente se arrependerão'.
Abraão, concluindo, lhe afirmou: 'Se não ouvem a Moisés e aos Profetas, tampouco se permitirão converter, ainda que ressuscite alguém dentre os mortos!'.


Seguido Lázaro personagem histórico e amigo de Jesus:


Um certo homem chamado Lázaro, de Betânia, da aldeia de Maria e de sua irmã Marta, estava doente.
Esta Maria, cujo irmão Lázaro estava doente, era a mesma que ungiu com óleo perfumado o Senhor e lhe enxugou os pés com
os próprios cabelos.
Assim sendo, as irmãs de Lázaro mandaram dizer a Jesus: "Senhor! Eis que aquele a quem amas está enfermo.".

Ao saber do ocorrido, disse Jesus: "Essa enfermidade não terminará em morte; mas sim, para a glória de Deus, para que o
Filho de Deus seja glorificado por meio dela.". E Jesus amava Marta, a irmã dela, e a Lázaro.
Contudo, quando soube que Lázaro estava doente, ficou mais dois dias no lugar onde estava.

Depois disso, falou a seus discípulos: "Vamos voltar para a Judéia.".

Ao que lhe advertiram os discípulos: "Rabi, há pouco os judeus tentaram apedrejar-te, e mesmo assim estás indo para lá outra
vez?".

Jesus lhes respondeu: "Não são doze as horas do dia? Se alguém caminhar de dia, não tropeça, porque vê a luz deste mundo;
mas, se caminhar na noite, tropeça, porque a luz não está nele."

Tendo dito essas palavras, prosseguiu explicando-lhes: "Nosso amigo Lázaro dorme, mas Eu vou até lá para despertá-lo.".

Então seus discípulos lhe disseram: "Senhor, se ele está dormindo, vai ficar melhor.".

Entretanto, Jesus lhes havia falado da morte de Lázaro; mas os discípulos pensaram que Jesus estivesse se referindo ao repouso
do sono. Ao que Jesus lhes disse claramente: "Lázaro morreu; e, para o vosso bem, estou alegre por não ter estado lá; para que agora possais crer. Sendo assim, vamos ter com ele.".

Então Tomé, chamado Dídimo, disse aos seus companheiros discípulos: "Vamos também nós para morrermos com ele!".
Eu Sou a ressurreição e a vida. Ao chegar, encontrou Lázaro já sepultado havia quatro dias.

Ora, Betânia ficava próxima de Jerusalém, cerca de quinze estádios.

E muitos, dentre os judeus, tinham vindo juntar-se ao grupo de mulheres que procuravam confortar Marta e Maria, pela morte do irmão.

Assim que Marta ouviu que Jesus estava a caminho, saiu ao seu encontro; Maria, no entanto, ficou sentada em casa.
Disse Marta a Jesus: "Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.
Mas sei que, mesmo agora, seja o que for que pedires a Deus, Ele te dará."
Jesus então assegurou-lhe: "O teu irmão ressuscitará!"
E Marta lhe disse: "Eu sei que ele vai ressuscitar na ressurreição, no último dia "
Esclareceu-lhe Jesus: "Eu Sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, mesmo que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Tu crês nisso?"
Ela lhe afirmou: "Sim, Senhor, eu creio que Tu és o Cristo, o Filho de Deus, que devia vir ao mundo.".
Depois de dizer essas palavras, Marta seguiu seu caminho e chamou Maria, sua irmã, e lhe disse em particular: "O Mestre chegou, e chama por ti.".

Assim que Maria ouviu isso, levantou-se apressadamente e foi ao encontro dele.
Jesus ainda não havia entrado no povoado, mas estava onde Marta o encontrara.
Os judeus que estavam com Maria em casa e a consolavam, vendo que ela se levantou apressadamente e saiu, seguiram-na, julgando que ela fosse ao sepulcro para ali chorar.

Então, quando Maria chegou ao lugar onde Jesus estava, vendo-o, prostrou-se aos seus pés e desabafou: "Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.".
Sendo assim, ao ver Maria chorando, bem como os judeus que vieram com ela, Jesus indignou-se no espírito e compadeceu-se.

Perguntou-lhes Jesus: "Onde o colocastes?". E eles indicaram-lhe: "Senhor, vem e vê!".
Jesus chorou.
Então os judeus comentaram: "Vede como Ele o amava!".

Mas alguns deles questionaram: "Não poderia este homem, que abriu os olhos do cego, ter evitado que seu amigo morresse?".
Então, novamente Jesus se indigna em seu espírito, e comovido dirige-se ao sepulcro. Era uma gruta na rocha com uma pedra fechando a entrada.

Determinou Jesus: "Tirai a pedra!" Preveniu-lhe Marta, irmã do falecido: "Senhor, ele já cheira mal, pois já se passaram quatro
dias.".
Encorajou-a Jesus: "Eu não te falei que, se creres, verás a glória de Deus?".

Então, tiraram a pedra da entrada do lugar onde o homem morto estava deitado. E Jesus, levantando seus olhos aos céus, agradeceu: "Pai, dou-te graças porque me ouviste.

Eu sei que sempre me ouves, mas disse isso por causa da multidão que está ao meu redor, para que creiam que Tu me enviaste.".

E, tendo dito essas palavras, clamou em alta voz: "Lázaro, vem para fora!".

Então, o homem que havia morrido, saiu da gruta, tendo os pés e as mãos atados com faixas de linho e o rosto envolto com um pano.
E Jesus orientou-os: "Retirai as faixas dele e deixai-o seguir.".


E finda-se aqui o "quem foi Lázaro".

Para os religiosos, um prato cheio de "pistas" sobre a vida após a morte, fórmulas de doutores conforme as suas próprias concupiscências e blah blah blah....

A verdade é que pouco me importa "quem foi Lázaro", e as teologias derivadas, mas sim a mensagem do Evangelho interpretada atravéz de Jesus e traduzida para minha vida é meu tema de reflexão, de tal modo que sobre a morte vejo-a relativizada e sem importância em contraste com o amor sem aflição de Jesus.
O "Eu Sou a ressurreição e a vida" me ensina as verdadeiras importâncias, e ao caminhar e envelhecer, e encarar a inevitável decadência da carne caída, sabendo que
JESUS ME AMA, MAS IREI MORRER , irei confiante e sem temer, pois ainda que morto ouvirei Sua voz.

Lázaro faz parte da minha pessoal e irreversível revolução interior e subjetiva, como mensagem de amor,
aos Lázaros enfermos,
aos Lázaros cobertos de chagas,
aos Lázaros a esmolar,
aos Lázaros abandonados no portão do homem rico,
aos Lázaros mortos,
aos Lázaros excluídos e mariginalizados,
aos Lázaros falidos,
aos Lázaros injustiçados,
aos Lázaros Gilmares,
Lázaros Fernandos, Lázaros Marias,
e tantos outros como nós, que estamos no mesmo barco,
vivendo neste mundo de morte,
mas sendo amados de tão grande maneira.
Nele, em quem se vive HOJE pela eternidade,
Gilmar Pupo
Cascavel, 13/02/2008, véspera do aniversário do Fernando

6 comentários:

luciano disse...

muito bem eu comcordo plenamente com suas palavras.. e acho que lazaro pode ser umas das mensagens mais completa do novo textamento..

Celso disse...

Há pouco tempo Deus, com a sua misericórdia, falou-me: O Lázaro a que eu amava não era meu seguidor. Naquela família a única a me conhecer era Maria, que dedicava seu tempo para desfrutar de mim. Marta, como a bíblia vos mostra só estava preoculpado com as coisas materiais. Lázaro, apesar de ser amado por mim, nem siquer estava nas proximidades quando eu estava presente em sua casa. Sua morte foi para glória de Deus, pois era a oportunidade de toda aquela família crer em Mim. Observem que enquanto Lázaro estava morto, Maria permanecia em casa sendo, em tese, "confortada" e Marta vagava pelas ruas procurando não sabe o que. Nesta procura encontrou-Me. O Meu choro em João 11.35 foi por causa da emoção daquele momento que se aproximava da salvação daquele a quem Eu amava.

WAGNERHALOO disse...

A BIBLIA FALA QUE LAZARO ERA AMIGO DE JESUS,E QUANDO AGENTE TEM UM AMIGO OU AMIGA NOS COMPARTILHAMOS ALGUNS SEGREDOS SONHOS E ESTAO SEMPRE AO NOSSO LADO,GOSTO DE VER AS ATITUTES DE MARTA E MARIA,MARTA ATRIBULADA SEMPRE DESESPERADA CORRENDO PARA LA E PARA CA,E MARIA ESPEROU JESUS CHAMA LA E SE PROSTOU AOS SEUS PES E ALI DESABAFOU, DESABAFOU NO LUGAR CERTO NOS PES DE JESUS,DEUS TE ABENÇOE,MISS.ROSANA

Socorro disse...

Jesus confirmou ser amigo de Lázaro, pois compadeceu-se com o sofrimento da família e amigos.E nós que teorizamos sermos seguidores de Jesus Cristo, quais são nossos atos e atitudes diante das realidades das pessoas dizemos amarmos?

Socorro disse...

Jesus praticou e pratica o amor, e nos praticamos?

Socorro disse...

Jesus mostrou, que amar é também colaborar para com as pessoas que, estejam desanimadas para enfrentaren os diferentes disafios que o dia dia nos coloca.